user

user

Da Península Ibérica à América Latina: Convergências e Diferenças Culturais
 
Na quarta-feira, 25/11/2015, teremos a última atividade do ano da Cátedra José Bonifácio, com a presença do Ministro Eduardo da Costa Farias, do Ministério da Relações Exteriores do Brasil, o qual proferirá palestra sobre o tema "Da Península Ibérica à América Latina: Convergências e Diferenças Culturais”. 
 
Eduardo da Costa Farias atuou como diplomata no Peru, nos Estados Unidos, na Espanha, Alemanha e Áustria. Foi responsável e coordenador de temas culturais no Ministério das Relações Exteriores em Brasília, coordenador geral da secretaria do Grupo do Rio, tendo participado já das reuniões iniciais do Grupo do 8. Sua tese para promoção a ministro tratou da Criação de uma Agência Brasileira de Difusão Cultural.
 
O evento acontece das 10h30 às 12h00, na Sala da Congregação do Instituto de Relações Internacionais.
 
Eduardo IRI cartaz

O Prof. Umberto Celli Junior, da Faculdade de Direito de Ribeirão Preto da USP, proferiu, nessa terça-feira, 29/09, palestra intitulada O Brasil, o Mercosul e os acordos preferenciais de comércio: alternativas e perspectivas. A palestra faz parte da série de apresentações ministradas por pesquisadores e professores na disciplina Temas Contemporâneos da Ibero-América, oferecida em conjunto pelo Centro Ibero-Americano (CIBA) e pelo Instituto de Relações Internacionais da USP.

Convidamos a todos para a palestra Os Desafios da América Latina na Atual Conjuntura Internacional, a ser proferida por D. Enrique Iglesias, ex-presidente do BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento) e ex-secretário Geral da SEGIB (Secretaria Geral Iberoamericana). O evento ocorrerá na sala da Congregação do Instituto de Relações Internacionais da Universidade de São Paulo (IRI-USP), no dia 02/10, das 10h15 às 11h30.

Convidamos para o lançamento dos livros A camisa do marido e a edição comemorativa de 30 anos de A república dos sonhos, no dia 24 de setembro, quinta-feira, às 19h00, na Livraria da Vila, Alameda Lorena, 1731, que contará com a presença da escritora Nélida Piñon.

 

Terça, 15 Setembro 2015 00:00

TCIBA

Nélida Piñon, atual titular da Cátedra José Bonifácio, está na USP neste mês de agosto para mais um ciclo de atividades. No dia 26, a escritora profere a Conferência “A ilusão na arte de Nélida Piñon”, na Sala da Congregação do Instituto de Relações Internacionais da USP.

O lançamento da Revista de Estudios Brasileños, nº 3, publicada em cooperação entre Universidade de São Paulo e a Universidad de Salamanca, com apoio de Universia e Santander Universidades, ocorrerá no dia 26 de agosto, quarta-feira, às 17h30, na sala da Congregação do IRI, na Avenida Prof. Lucio Martins Rodrigues, travessas 4 e 5, Cidade Universitária. Coordenará o evento o professor Ignacio Berdugo Gómez de la Torre, antigo Reitor da Universidad de Salamanca e assessor especial de Universia e Santander Universidades.

 

 revista lancamento iri2revista lancamento iri

 

Os advogados são os apóstolos de uma nova ideia, de um novo momento mundial”. A declaração foi feita pelo presidente do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Ophir Cavalcante, ao assinar, com representantes de várias entidades internacionais, o “Marco de Colaboração para a Formação de um Centro Ibero-Americano de Arbitragem”, destinado à resolução de conflitos que envolvam atores de 22 países ibero-americanos. “Saímos de um paradigma em que o Estado era mais importante do que o homem. Hoje o paradigma mundial é o homem como centro de tudo. A solução extrajudicial e a mediação de conflitos são fundamentais para estabelecer esse novo paradigma. Nós advogados somos os apóstolos dessa nova ideia, de um novo momento, e devemos pregar essa missão para as futuras gerações”, disse Ophir ao assinar o acordo, na sede da OAB Nacional, em Brasília, na quarta-feira (3).

Segundo o presidente nacional da OAB, os países ibero-americanos, principalmente os latinos, têm no Poder Judiciário o centro da solução de todos os conflitos da sociedade e, por isso, a adoção da arbitragem, da mediação e da solução extrajudicial de conflitos é a quebra de uma cultura. “O Poder Judiciário ainda resiste, pelo menos aqui no Brasil, à cultura da arbitragem. Estimular a arbitragem, a conciliação e a mediação de conflitos não significa tirar do Judiciário a importância que ele tem. Nós advogados, com nosso poder de convencimento, com a nossa credibilidade e com o nosso respeito, temos o papel de ser um farol a iluminar caminhos.”

Ophir destacou ainda a importância do trabalho da OAB e das entidades representativas da advocacia dos países ibero-americanos para levar a ideia da mediação e a cultura da arbitragem e da conciliação para as escolas de Direito. “Temos que formar os nossos profissionais não para o embate, mas sim para a solução extrajudicial desse embate”, ressaltou.

Participaram também da cerimônia de assinatura do acordo o vice-presidente do Conselho Federal da OAB, Alberto de Paula Machado; os membros honorários vitalícios da entidade Mario Sergio Duarte Garcia, Reginaldo Oscar de Castro e Roberto Busato; o secretário de Reforma do Judiciário, Flavio Crocce Caetano, representando o ministro da Justiça; o presidente da União Ibero-americana de Colégios e Associações de Advogados, Luís Marti Mingarro; o presidente do Conselho de Colégios e Ordens de Advogados do Mercosul (Coadem), Carlos Andreucci; o presidente da Federação Interamericana de Advogados (FIA), Rafael Veloz; e o assessor de políticas públicas e fortalecimento institucional da Secretaria Geral Iberoamericana, Juan Alejandro Kawabata. Confira aqui a íntegra do Marco de Colaboração para a Formação de um Centro Ibero-Americano de Arbitragem.

Fonte: http://jusclip.com.br/102012-oab-e-entidades-internacionais-formam-centro-de-arbitragem/
Publicado em: 04/10/2012

Rua da Praça do Relógio, 109, Bloco K, 3º andar, sala 313
Cidade Universitária, São Paulo-SP, CEP 05508-050
Tel 55 (11) 3091-8353