Folha de S. Paulo: Ex-presidente chileno vai coordenar pesquisas na USP

O ex-presidente do Chile Ricardo Lagos coordenará um grupo de pesquisas na USP no ano que vem.

A decisão foi anunciada ontem pelo reitor da instituição, João Grandino Rodas, no Conselho Universitário.

Presidente chileno de 2000 a 2006, Lagos presidirá a recém-criada cátedra José Bonifácio. A ideia da universidade é que, a cada ano, uma personalidade iberoamericana seja escolhida para presidir o posto e, assim, coordenar um grupo de pesquisa.

No caso de Lagos, ele trabalhará com desenvolvimento e governança internacional (o que envolve as áreas de direito e economia). O ex-presidente foi professor da Universidade do Chile.

"É uma oportunidade para que professores, pesquisadores e estudantes da universidade tenham contato com personalidades com grande experiência", afirmou o professor Pedro Dallari, coordenador do Centro Iberoamericano da USP, responsável pela cátedra.

Segundo Dallari, os próximos escolhidos não necessariamente serão políticos. "Pode ser, por exemplo, alguém ligado à literatura."

  Alan Marques - 5.dez.02/Folhapress  
Lagos com o então recém-eleito Lula e o opresidente na época, Fernando Henrique Cardoso
Lagos com o então recém-eleito Lula e o opresidente na época, Fernando Henrique Cardoso

Pelo ano de vínculo com a USP, Lagos deverá receber uma bolsa equivalente a três salários de um professor titular (cujo vencimento mensal é de R$ 13 mil).

A universidade fará convite para que seus pesquisadores integrem o grupo presidido por Lagos. Ele deverá comparecer duas vezes na instituição (em março e em novembro) e seguir as pesquisas a distância.

Dois pesquisadores, um chileno e outro brasileiro, deverão coordenar as pesquisas. Eles ainda serão escolhidos. (FÁBIO TAKAHASHI)

 

Fonte: Folha de São Paulo

Publicação: 19/12/2012

 

Rua da Praça do Relógio, 109, Bloco K, 3º andar, sala 313
Cidade Universitária, São Paulo-SP, CEP 05508-050
Tel 55 (11) 3091-8353